sexta-feira, 21 de outubro de 2016

''UMA MICRO PLAINA ''

MICRO PLAINA . FEITA EM PRATA.

Euflavio Madeirart.

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

''PRANCHA''

ENTALHE E M ADEIRA DE JEQUITIBÁ 120X30 .


DE 2011-SP

domingo, 16 de outubro de 2016

''POVOS DAS AMÉRICAS''

UM TRABALHO MEDINDO MEDINDO 68X53 COM 238 PEÇAS COLADAS.
 PECINHAS DE PAU-BRASIL. PRODUZIDO ENTRE AGOSTO E OUTUBRO 2016.
Autor: um Nordestino ,

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

''POVOS DAS AMÉRICAS''

TRABALHO DE EUFLAVIO GOIS.
euflavio madeirart.2016.



ESSE TRABALHO É O PRIMEIRO DA NOVA SERIE ''POVOS DAS AMERICAS'' Considero um dos meus principais trabalhos meus. Autentico com madeira reciclada, uso madeira especias, por quer quero um trabalho que seja duro para os cupins e outros parasitas que amam se alimentar de madeira.kkkkk

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

''POVOS DAS AMERICAS''

ESSA TELA MEDE 60X42.
DE EUFLAVIO GOIS.


NORDESTINO CABRA DA PESTE, OBRA PRA COLECIONADOR.kkkkkkkkkkkkkkk.
EM MADEIRA DE PAU-BRASIL Cont. euflavio.lima@gmail.com
tel 01120354239

terça-feira, 4 de outubro de 2016

Euflavio Madeirart. 2016

sábado, 1 de outubro de 2016

''VAGA LUMES''

Ando agarrado a saudades!
Do passado só me restaram tudo: 
O fogão de lenha,
O ferro de engomar 
O café com farinha,
Os leitões no quintal,
as festas de São João.
as de Cosme e Damião,
Os pequenos carnavais.

Os banhos de Rio, O Rio.
As risadas sem fim.
O sorriso da menina, 
Um poema de Drummod,
Um Tango de Gardel.
Um samba de Noel. 
Um folheto de Cordel.

Ando agarrado a saudades!
Do passado só me restaram tudo: 
Os dias longos, as noites de lua cheia.
As noites escuras e quentes.
Os Vaga-lumes a brilhar.
As tardes nas matinés.
O sonho do menino dos olhos verdes.
O olhar perdido bem pra traz dos montes.
Se tornaria um orgulho para o seu povo.
O povo do seu lugar.
Ando agarrado a saudades,
do passado só me restaram tudo.


                    FIM.

Autor:Euflavio Gois
O poeta do entardecer.
Sp 2016. 



''IGREJINHA NA SERRA''


''IGREJINHA''

TELA DE EUFLAVIO GOIS .
essa tela foi esquecida na mudança. em São Miguel Paulista.

''O Beija-Flor a Flor.''

Eh vem minha Escola 
de Samba eh vem.
Comissão de frente.
O enredo enredado de mistério e magia.
O abre ala, o Samba Enredo.
O grande Gira Sol, o Sol.
Os passistas, a maravilhosa Glenda,
as bolinhas de sabão, as ondas do mar.

Eh ''A minha Escola estava tão bonita''
A musa, a Rainha da Bateria 
artisticamente nua crua.
A Fantástica Bateria, as alegres alegorias.
Os passistas se exibem, passos
mágicos extrapola.
Guerra das cores:
Muito azul, muito verde e amarelo,
o dourado brinca com o prata
na avenida parabéns! alegria tá no ar.
Olha olha quem vem lá!
Mestre-sala e Porta-bandeira.
Mestre-sala Beija-flor.
Porta-bandeira: a Flor,
que serpenteia com a bandeira
da Escola que carrega suas cores.

Ha ''A minha Escola estava tão bonita''
Uma viagem na História.
O enredo é rezado na Marques de Sapucaí.
A bateria, os tamborins tra tra látreia 
bonito, monstros passeiam cospem 
fogo, as arquibancadas cantam.
A Porta-bandeira a Flor,
O Mestre-sala Beija-flor.
Uma lagrima me cai, passa de meia noite.
Na minha frente agoniza meu 
Frank. Esta morrendo!
sim ele esta morrendo meu Deus!

Falo nesse Poema também da União
da Ilha,da Mangueira Beija-Flor 
de Nilopoli, o azul e branco, o verde 
e rosa, muitas cores sambando juntas
agora em paz, em um clima de paixão.
E tome ala das Baianas, tome velha guarda,
tome enredo, tome a alegoria. 
Bateria baterá por quer isso é carnaval.
Olha A grande Àguia da Portela,
O Cavalo Marinho, o gavião.
A comissão de frente Politico sem 
cabeça, sem coração é Mocidade.
Na Marques tem natureza morta,
tem viva. He ''A minha 
Escola estava tão bonita''


                 FIM

Autor: Euflavio Gois.
O Poeta do Entardecer.
SP 2016.